Cartão de Visitas Portfólio Pesquisas Conferências FENSG/UPE
 Nasci em 23 de novembro de 1972 na maternidade do Hospital Regional José Fernandes Salsa em Limoeiro-PE. Filho de seu Fernando Santiago, Agricultor e pequeno pecuarista; e de dona Tereza Cristina, professora de ensino fundamental. Passei minha infância na Fazenda Muruabeba às margens do Rio Capibaribe na zona rural do município de Salgadinho-PE. Infância simples porém de muitas alegrias e aprendizado. Andar a cavalo, bicicleta, pescar e tomar banho no rio eram minhas atividades preferidas. Aos sete anos, fui para escola na cidade vizinha de Passira-PE, minha primeira professora foi Tia Evalda Gonçalves ( tia de verdade, irmã de meu pai), com 3 meses aprendi a ler e escrever e descobri um mundo novo a minha frente. Estudava na Escola Cônego Fernando Passos, escola pública, de qualidade, onde estudei todo meu primário. Com 11 anos de idade, fui estudar na escola Regina Coeli, na cidade do Limoeiro, pois na época era a escola mais famosa, onde vários médicos, advogados, engenheiros da região haviam estudado nesta escola. Lá fiquei por 5 anos, quando em 1989, a escola fechou o segundo grau. Assim, fui estudar na Escola Salesiana Padre Rinaldi em Carpina-PE, e lá conclui em 1991 o ensino médio. Fiz vestibular para enfermagem, onde fui aprovado para o curso na UFPE. Uma outra atividade que desenvolvia desde os 12 anos era a de músico. Tocava Saxofone na banda marcial do colégio Regina Coeli e posteriormente no Salesiano, onde fazia parte também do conjunto musical da escola. Esta atividade de músico, me ajudou bastante a complementar minha mesada, pois meu pai me fornecia o necessário e essencial para me sustentar, e sempre entendi que poderia trabalhar para ajuda-lo e para poder comprar aquilo que precisava ( livros, xérox, gasolina para moto, minhas cervejas, namorada, etc...) Tocava em orquestras de frevo, bandas de baile, banda de forró, principalmente em carpina e região. Estudei tres anos de música no Conservatório Pernambucano de Música, onde me aprofundei no estudo da teoria musical, solfejo, e técnicas instrumentais. O saxofone sempre fez parte de minha vida, pois hoje, toco nas farras com os amigos, e quando encontro os amigos músicos, a festa é muito boa. Tenho um sax alto americano, fabricado em 1941 ( o mesmo que Charlie Parkier tocava), um sax tenor que comprei e mandei gravar o nome de meu primeiro filho, vinícius em 2006, e um sax soprano que comprei em homenagem a minha princesa e filha maria Fernanda em 2009. e fui tocando até terminar o curso de enfermagem em 1996. Colei grau no dia 21 de dezembro, num momento onde a enfermagem era pouco procurada pelos universitários, minha turma começou com 30 alunos e terminamos apenas sete. Aprendi muito na UFPE, aprendi minha profissão, e suas mutações. Logo apos colar grau, fui aprovado na Residência em Medicina Preventiva e Social no NESC/FIOCRUZ, onde por dois anos, vivenciei a saúde pública, focando nos sistemas de informações em saúde, e na saúde ambiental. Na época morei no alojamento dos residentes no antigo Hospital Pedro-II. Éramos 3 moradores, 2 enfermeiros e 1 farmacêuticos, todos do NESC. Tempos bons, inicio da internet.... momento de amadurecimento e formação profissional que culminou com a aprovação no mestrado em saúde pública em 1999, seleção muito concorrida, defendi a dissertação em 2001. Neste momento, trabalhava no Hospital da Restauração, onde fui admitido em 1998. Trabalhei como enfermeiro dos setores da neurologia e neurocirurgia, clinica médica, cirurgia geral e finalmente na Emergência de Adulto. Fiquei na emergência até 2005, onde fui trabalhar na Unidade de Terapia Intensiva Adulto, e hoje UTI é minha área de atuação, tanto como enfermeiro e como Professor. fique nas aulas e plantões, e em 2009, fui aprovado no Doutorado em Neuropsiquiatria e Ciências do Comportamento no CCS-UFPE. Esta aprovação se deu num momento muito oportuno, pois como docente da FENSG/UPE e FUNESO, o grau de doutor será de grande valia para mim e para estas instituições. Recentemente, em janeiro de 2010, assumi a Coordenação do curso de graduação em Enfermagem da Faculdade dos Guararapes, é um desafio, pois implantar o curso e fazer com que ele seja um sucesso, é minha função... Atualmente, além de professor, enfermeiro, sou pesquisador, e oriento diversas pesquisas de alunos de graduação e de pós-graduação. Acredito na Enfermagem, e na possibilidade de crescimento através da pesquisa. Aposto, na qualificação profissional como uma alavanca para a inserção profissional, e acredito que o mercado da enfermagem, em franca expansão nacional e principalmente mundial, absorva estes enfermeiros recém-formados, e para isto acredito na qualificação internacional do profissional. Esta, somente é possível com desenvolvimento de habilidades e competências voltadas a valorização do ser humano, a humanização, a proficiência em ingles, espanhol; o conhecimento técnico e habilidades práticas altamente desenvolvidas. Isso para mim é o futuro da ciência da Enfermagem. Vamos conseguir tudo isto com o desenvolvimento da pesquisa em enfermagem, com a mudança de práticas empíricas para procedimentos aprovados cientificamente, utilizando a tecnologia como aliada e não substituta, onde o tocar, o cuidar, o amor se torne elementos fundamentais na relação enfermeiro-ser humano. E assim, fui escrevendo minha estória... No lado família e amoroso, conheci em 1995 uma pessoa especial que apos 5 anos tornou-se minha esposa, falo da Dra Maria do Céu... Casamos no ano 2000, no dia 29 de janeiro, na capela do Hospital São Luiz em Surubim ( Na época era enfermeiro deste hospital). Nossa lua de mel foi uma viagem de 15 dias de motocicleta, uma verdadeira aventura sobre duas rodas, percorremos, Garanhuns, Paulo Afonso-BA, Neópolis-SE, Penedo-AL, Praia do Gunga, Barra de São Miguel, Maceió, Maragogi... no ano de 2006 nasceu meu primeiro filho meu príncipe Vinícius Gonçalves... A cara do papai, muito apegado a mim, possui uma energia positiva mágica, que consegue transmitir paz a todos que chegam junto desta criatura iluminada. No Ano de 2009, nasceu minha princesa Maria Fernanda, galega linda, trelosa, andou com 9 meses, e hoje é que provoca o aumento de cabelos brancos em minha cabeça.... Como Vinícius transmite uma energia positiva muito grande, um sorriso lindo, imensamente carinhosa com papai,  cuja primeira palavra falada foi pa-pa... Este é minha família... minha vida... e vou construindo minha história.... Abaixo fotos de minha família:

Eu e Maria do Céu
eu_e_ceu

















Vinícius

            



Nanda

         

Família





















Cartão de Visitas
Portfólio
Pesquisas
Conferências
FENSG/UPE
Enfermagem-FG
FUNESO/UNESF
Cadastre-se
PÓS-GRADUAÇÃO
Livro de Visitas
Espaço-Enf
Força e União!!
UTI
Links Favoritos

O download é autorizado, mediante solicitação ao autor, desde que citado a fonte.
Site Map